sábado, abril 7

A Vida é Arte

Este é o primeiro dos ensinamento da Perfect Liberty Kyodan que foram concebidos por seus líderes espirituais. São 21 ensinamentos para toda a humanidade que respondem questões do tipo “Como o ser humano deve viver?” e “Como deve ser o ser humano?”.

O primeiro ensinamento “Vida é Arte” é o fundamento de todos os demais. Assim, os vinte e um ensinamentos seguintes estão incluídos no primeiro e cada um deles está ligado com “Vida é Arte”, isto é, todos os ensinamentos estão interligados entre si.

Por exemplo, se analisarmos profundamente os últimos ensinamentos: “Viva na verdadeira liberdade”, “Viva no estado de perfeita união material-espiritual” e “Faça ao perceber”, podemos concluir que estão ligados entre si e que, finalmente, a idéia retorna ao primeiro preceito “Vida é Arte”.

Quase todos que ouvem a expressão “Vida é Arte” sentirão bem estar. Além das pessoas que compreendem um pouco de arte e das que vivem da arte, aquelas que não estão ligadas com a arte também sentirão bem estar ouvindo esta frase. Esta frase tem esta “vibração”.

O que vem a ser “Vida é Arte”? Falando, resumidamente, é expressar o “eu verdadeiro”. O “eu verdadeiro” pode ser entendido como Makoto (dedicação) ou Magokoro (sentimento verdadeiro). Também pode ser entendido como “personalidade” (sabor peculiar) de cada um, que é concedida por Deus.

O “eu verdadeiro” ou “personalidade” aparece quando o ser humano se esforça e se empenha ao máximo nas realizações. É neste momento que surge a personalidade peculiar da pessoa que realiza, que se manifesta o sabor que só essa pessoa possui.

Em geral, a palavra “arte” refere-se à arte profissional como a pintura, a escultura, a música, a literatura e o teatro. Mas, na Perfect Liberty, se considera todas as expressões humanas como arte. Ou seja, a política, a educação, o empreendimento, o comércio, as vendas, o serviço burocrático, a educação dos filhos, os serviços domésticos, todos são expressões humanas. 

O político por meio da política, o vendedor pelas vendas, a dona de casa pelo serviço doméstico, todos tentando se expressar por meio de suas atividades. Quando a pessoa se empenha com todo afinco e imbui Makoto (dedicação) nas coisas que está realizando, surge o sabor peculiar desta pessoa. A isto podemos chamar de “arte”. Quando a pessoa consegue manifestar o “eu verdadeiro”, ela sente o máximo de satisfação e surge a sensação de felicidade.

Finalmente, baseando-se em Deus (força da grande natureza que ultrapassa a capacidade humana) e se empenhando nas suas realizações, surge um desenvolvimento ilimitado e uma imensa alegria, nos diversos campos da vida do ser humano.

Referências
Instituição Religiosa Perfect Liberty. Disponível em:<http://igrejaaruja.blogspot.com.br/2011/08/preceito-vida-e-arte.html> Acesso em: 07 abr. 2018.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...